O bom é relativo


Tudo na vida é relativo, o preço, o gosto, o bom, o ideal. Cada ser é dotado de gostos, sonhos e vontades peculiares, cada qual com aquilo que acredita ser o melhor para si, ou simplesmente que o completa. Muitas vezes, vivemos nos baseando naquilo que os outros fazem, querem ou compram, mas mal percebemos que isso são apenas singelas referências, visto que nem sempre o perfeito para um é o perfeito de todos.

O mundo da corrida não foge à regra. A cada dia surgem novos tênis e gadgets com tecnologias cada vez mais avançadas, que prometem uma melhor corrida e/ou acompanhamento da mesma. Isso, na minha opinião, é sim um ótimo avanço na corrida e podem trazer muitos benefícios para os treinos e corridas, porém, não fique preso apenas no mais caro, no que faz maior propaganda ou no mais novo, esses, nem sempre são os ideais para você. 

As empresas de calçados buscam a cada nova edição aprimorar os seus produtos, buscando sempre trazer mais conforto e melhor desempenhos aos atletas, porém, como disse acima, nem sempre o mais caro, o mais novo ou aquele tênis que todo mundo fala, a sensação do momento, será o ideal pra você. Cada pessoa tem um tipo de pisada, uma dinâmica de corrida, no entanto aquele tênis ideal para a maioria pode não ser o seu ideal.

O mesmo digo em relação aos gadgets, são tantos e tão inovadores que realmente dá vontade de ter todos, mas avalie um por um, veja se preenche os requisitos mínimos exigidos por você. Muitas vezes ficamos de olho naquele que foi lançado na última semana ou da marca X que é o mais famoso, mas que possui funções que até desconhecemos ou que jamais utilizaremos, enquanto outros mais velhos ou mais em conta, possuem as funções necessárias.

Acredito ainda, que esse mesmo conceito deve ser aplicados em todos os campos da corrida, como alimentação, suplementação, acompanhamento profissional e médicos em geral. Busque profissionais que te passem confiança, esclareça suas dúvidas com clareza e acima de tudo, seja humano o suficiente para fazer todo o acompanhamento e orientações adequadas.

Se pensarmos bem, devemos aplicar isso até mesmo nas próprias corridas. Afinal, são tantas corridas Brasil afora, e muitas vezes queremos participar da corrida X ou da corrida Y apenas por serem as mais famosas ou populares, sendo que muitas vezes não nos proporcionam uma infraestrutura que desejamos, um percurso ou até mesmo paisagem que gostamos.

Com tudo isso, não quero dizer que devemos optar sempre pelo mais barato, velho ou desconhecido, mas sim, que devemos fazer uma análise criteriosa de tudo. Pesquise, busque avaliações e opiniões, mas mais do que isso, teste, experimente e construa a sua própria opinião.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Instagram