segunda-feira, 7 de agosto de 2017

7 de Agosto: Dia do maratonista

Foto: O Globo

Correr 42,195 km, não é nada fácil e quem já se aventurou nessa longa e difícil batalha sabe muito bem como é. Embora a corrida seja feita em algumas horas, na verdade é uma corrida de dias, semanas e meses, afinal a preparação, física e mental, requer tempo e dedicação.

Hoje, 7 de agosto, é considerado o dia mundial do maratonista. Esse dia não foi escolhido aleatoriamente, o grande responsável por essa escolha é o etíope Abebe Bikila. Nascido em 7 de agosto de 1932, Abebe Bikila foi o primeiro atleta africano a ganhar uma medalha de ouro e o primeiro atleta da história a ganhar duas maratonas olímpicas, em Roma e Tóquio, em 1960 e 1964 respectivamente, é assim considerado um dos maiores maratonistas de todos os tempos, a ponto de ter o seu aniversário como dia do maratonista.

A sua trajetória de glória, foi marcada por algumas curiosidades. A começar pelos Jogos Olímpicos de Roma (1960), evento em que não estava inscrito para participar, porém, de última hora, com o avião praticamente pronto para partida, Abebe Bikila precisou substituir Wami Biratu, atleta etíope que havia quebrado o tornozelo durante uma partida de futebol.

Como se a inscrição de última hora não fosse o bastante, após provar os poucos pares de tênis disponibilizados pela Adidas, patrocinadora dos Jogos na época, Bikila não se sentiu confortável com nenhum, decidindo assim, correr descalço, como sempre treinara. A prova contou com 69 atletas e pela primeira vez, aconteceu durante a noite e pela primeira vez um negro africano ganhava uma medalha de ouro, de quebra, conseguirá o recorde mundial com 2h15m16s. Bikila tornara-se então herói nacional.

Seis semanas antes dos Jogos Olímpicos de Tóquio (1964), Bikila foi operado com urgência, devido a um apêndice, deixando assim a sua participação nos Jogos em aberta. Porém, se recuperou e participou da prova, mais uma vez venceu, mais uma vez bateu o recorde mundial, dessa vez com 2h12m12s e tornando-se o primeiro bicampeão olímpico da história.

No intervalo entre as duas olimpíadas, Bikila ganhou outras 4 maratonas, chegando a ficar cerca de um ano e meio sem competir. Em 1963, na maratona de Boston, Bikila ficou em 5º colocado, sendo essa a única maratona que ele completou e não ganhou.

Para os Jogos Olímpicos do México, em 1968, Bikila foi novamente inscrito, porém, devido a uma contusão no joelho, foi obrigado a abandonar a corrida no quilômetro 17, deixando a vitória para o seu compatriota Mamo Wolde, que após a prova afirmou que se não fosse a lesão, Bikila com certeza seria campeão mais uma vez.

Em 1969, Bikila sofreu um acidente de carro, que o deixou paralítico e não conseguiu reverter o quadro, mesmo após cirurgias na Inglaterra. Em 23 de outubro de 1973, aos 41 anos de Abebe Bikila faleceu devido a uma hemorragia cerebral, consequência do acidente de 4 anos antes. 75 mil pessoas acompanharam o enterro do seu herói e o Imperador Selassie declarou um dia de luto oficial em toda a Etiópia.

A vida de luta, determinação e dedicação de Abebe Bikila, demonstra como é o espírito de um maratonista. Não é apenas cruzar a linha de chegada, é poder olhar pra trás e dizer “eu venci”.

Parabéns a todos os maratonistas!

__________________________________
Referências:

Foto: http://blogs.oglobo.globo.com/pulso/post/hoje-o-dia-do-maratonista-506145.html
http://www.suacorrida.com.br/sua-historia-finisher/7-de-agosto-dia-do-maratonista/








2 comentários:

  1. Parabéns para nós Thiago Maratonista Lima.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vlw Andrezao... Parabens pra nós, foi sofrido, então merecemos rsrs, André Maratonista Saidell rs

      Excluir