quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Auto sabotagem


Segunda-feira pode ser considerado o dia das mudanças, ou, pelo menos, seria, se conseguíssemos cumprir parte das nossas promessas. Afinal, uma das coisas que mais ouvimos e as vezes falamos, são promessas de mudanças para a próxima semana, para a próxima segunda-feira, tais como: “semana que vem eu entro na dieta”, “semana que vem começo meu novo projeto”, “na próxima segunda vou pegar firme nos estudos”, essas são apenas algumas das mais diversas e famosas frases que ouvimos diariamente.

Na corrida também é assim, existem sempre aquelas pessoas que prometem mudanças ou melhorias, mas que muitas vezes não passam de meras promessas. Você pode sempre deixar o seu treino para amanhã, para a semana que vem, para o mês que vem, mas precisa ter a consciência de que todo o ganho e melhora também ficarão para depois. A verdade é que se você não fizer hoje, ninguém poderá fazer por você. É Aquela famosa frase “quem quer arruma um tempo, quem não quer arruma uma desculpa”. 

Eu não fujo à regra, muitas vezes deixei de fazer um treino ou de me empenhar um pouquinho mais por uma desculpa qualquer. Vejo isso como uma auto sabotagem, onde o único que sai perdendo sou eu mesmo. Apesar de essas serem as maneiras mais comuns, mesmo que não intencional, não acredito que sejam as únicas formas de se auto sabotar.

Cortar caminho e pausar relógio, são outros exemplos do que considero uma auto sabotagem. Você pode demonstrar um ótimo tempo para as outras pessoas, ou chegar na frente de todos, mas, na verdade, no fundo você sabe que não foi merecedor disso, afinal não fez o que estava proposto. Talvez, uma das maiores auto sabotagem que existe no mundo esportivo, seja profissional ou amador, é o doping, algo que nem precisamos falar muito, pois todos já sabem o quanto é prejudicial, desleal e completamente antidesportivo.

Você não precisa ser melhor que ninguém, não precisa provar nada para ninguém, busque apenas o melhor de si mesmo e assim verás que consegue alcançar todos os seus objetivos, sem nenhum “deslize”. A corrida é uma competição apenas para os atletas profissionais de alto nível, para os demais é apenas um modo de vida, de se sentir bem, de fazer algo de bom para si.

De toda forma, para aqueles que buscam sempre dar um passo à frente, seja melhorando o tempo ou aumentando a distância, a força de vontade e determinação em cada treino é fundamental, sem pular etapas, nem deixar nada para depois.

E aí, vai deixar o treino para amanhã?


Thiago Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário