quinta-feira, 12 de maio de 2016

Exames médicos

Foto: Globo Esporte¹

É simplesmente triste e lamentável notícias como as que vimos nas últimas semanas, em Porto Seguro e Campinas, de que atletas chegaram a óbito correndo, pessoas que estavam acostumadas a correr. Isso nos mostra cada vez mais a fragilidade do ser humano e que isso, é algo que pode acontecer com qualquer um, a qualquer momento, é com diz aquele ditado “para morrer basta estar vivo”. 

Perante toda essa situação, reforça ainda mais a necessidade do acompanhamento profissional e mais do que isso, o aval médico para a realização das atividades. Não que isso vá livrar ninguém de nada, nem mesmo de uma simples lesão, mas é a maneira mais prática, eficaz e segura de tentar evitar qualquer tipo imprevisto.

Por isso, é importante ficar atento em alguns exames que são fundamentais para a realização de atividades físicas e outros que embora não sejam obrigatórios, podem ajudar e muito o desenvolvimento das atividades.

Exames Fundamentais: 
  • Anamnese – Que é praticamente um bate-papo entre médico e paciente, onde o médico busca identificar os hábitos e histórico do paciente. 
  • Ergométrico – O teste ergométrico é realizado em esteira ou bicicleta ergométrica e é um dos principais exames que devem ser realizados antes de iniciar a prática esportiva. Isso porque através dele é feita a medição da pressão arterial, frequência cardíaca e contratilidade do coração durante e após o esforço. 
  • Eletrocardiograma simples (ECG) – Trata-se de um exame realizado em repouso que visa registrar a variação de potenciais elétricos originados da atividade cardíaca. A sua principal função é identificar possíveis alterações no ritmo e frequência cardíaca, além da contratilidade do coração quando em repouso. 

Exames complementares: 
  • Ecocardiograma - O ecocardiograma é uma espécie de ultrassom do coração, que busca obter informações do coração, como o seu tamanho, forma e o trabalho das válvulas e câmaras. Através desse exame é possível identificar áreas do coração que não estejam contraindo de maneira adequada devido ao pouco fluxo de sangue e até mesmo identificar lesões provocadas por ataques cardíacos anteriores. 
  • Metabólicos – Os exames metabólicos são os exames de sangue e entre os mais importantes para o corredor estão: hemograma, glicemia, colesterol, sódio, potássio, cálcio, magnésio, ureia, cretina, T4livre e TSH. Esses exames ajudarão a certificar a presença de anemia, diabetes, colesterol alto, desequilíbrio muscular, função renal e da tireoide. Todos esses são fatores importantes e que podem influenciar diretamente no desempenho e rendimento do atleta. 

Exames adicionais: 
  • Ergoespirométrico – O teste também conhecido como cardiopulmonar, é realizado da mesma forma que o teste ergométrico, porém com uma máscara no rosto, que detectará os gases emitidos. O objetivo deste exame é detectar o consumo máximo de oxigênio (VO2 Max) e o limiar anaeróbico, que ajudará a indicar as zonas ideais para os treinos de corrida ou demais exercícios aeróbicos.
  • Teste da pisada – Geralmente é realizado em uma esteira e assistida por alguns equipamentos eletrônicos que ajudarão a identificar o tipo de pisada do corredor. 
  • Cinemático - Este exame também é realizado, geralmente, na esteira, o atleta tem a sua corrida filmada, para em seguida ser avaliada a angulação dos pés, joelhos, quadril e coluna, para assim poder realizar, se necessário, adequações do movimento na corrida. 

Além dos exames, é importante também o acompanhamento profissional de um educador físico, que orientará o atleta nas atividades, evitando o excesso de carga e treino. Um nutricionista que indicará a alimentação adequada e voltada para o objetivo do atleta. Podemos citar ainda vários outros profissionais, que poderão ajudar em diversos momentos da atividade, como fisioterapeuta, ortopedista, entre outros.

A indicação médica, é de que esses exames sejam realizados por todas as pessoas, pelo menos uma vez por ano. No caso de pessoas que praticam atividades físicas essa necessidade torna-se ainda maior, devido aos esforços gerados nas atividades, o monitoramento da capacidade do organismo é fundamental. Nunca temos a garantia de nada e é impossível prever o futuro, de toda forma, todos esses exames e acompanhamentos profissionais são apenas uma forma de tentar minimizar os riscos e garantir uma vida mais saudável e segura.

Gostaria de deixar os meus sinceros sentimentos a todas as famílias e amigos de todos esses ex-corredores, que foram vítimas de tamanha tragédia.

____________________________________________________
Referências:

1 - http://globoesporte.globo.com/eu-atleta/saude/noticia/2013/11/saiba-quais-exames-devem-ser-feitos-antes-de-praticar-uma-atividade-fisica.html

https://o2porminuto.ativo.com/corrida-de-rua/saude/exames-para-comear-a-correr-2223/

http://www.suacorrida.com.br/saude/exames-para-comecar/

Nenhum comentário:

Postar um comentário