quinta-feira, 3 de março de 2016

Sedentarismo

Foto: Rua Direita¹

Ah, como é bom chegar em casa e correr direto para deitar no sofá, com o controle da televisão na mão, sem ao menos precisar se mover para mudar de canal, ou quem sabe ficar embaixo das cobertas, assistindo um filminho e comendo pipoca. Sim, são coisas maravilhosas, porém fazer essas coisas todos os dias, se tornam nada saudáveis nem para o corpo, nem para a mente. Porém, infelizmente essa tem sido a realidade de muitas pessoas, que se encaminham para tornarem-se verdadeiros sedentários.

O sedentarismo é algo que vem assombrando, não só a população brasileira, mas também a população mundial há muitos anos. Em pesquisa recente, realizada pelo Ministério do Esporte e divulgada no site Época², o sedentarismo no Brasil atinge cerca de 45,9% da população, isso representa aproximadamente 67 milhões de brasileiros que não praticam nenhum tipo de atividade física (números referentes a 2013).

São grandes as quantidades de riscos que o sedentarismo traz à saúde, entre eles podemos destacar a obesidade, colesterol alto, diabetes, hipertensão arterial, asma, infarto, variações de câncer, depressão, além de trazer graves problemas aos ossos, músculos, coração, cérebro, rins e demais órgãos.

Sair do sedentarismo não é nada fácil, mas pode ser muito mais simples do que você imagina. Para isso o primeiro grande passo é reconhecer o seu quadro atual e que mudanças serão necessárias. Em seguida, é necessário a busca por profissionais adequados, como cardiologista e nutricionista para liberação e acompanhamento dessa nova fase.

Muitos especialistas e profissionais no assunto afirmam que para sair do sedentarismo, é necessário apenas cerca de 30 minutos de atividade física, pelo menos 3 vezes por semana, nas primeiras semanas. A intensidade dos exercícios devem ser aumentadas no decorrer do tempo e claro, acompanhado de um profissional.

Atividade física vai muito além da realização de esportes, academia e afins. “A atividade Física é definida como qualquer movimento corporal, produzido pelos músculos esqueléticos, que resulte em gasto energético maior que os níveis de repouso” (CASPERSEN ET alli, 1985). Assim, podemos considerar pequenas mudanças do nosso dia a dia como atividade física e consequentemente, aliadas contra o sedentarismo. Caminhar até o trabalho, até a padaria ou supermercado, realizar atividades domésticas, trocar o elevador pela escada, levar o cachorro pra passear no quarteirão, dançar na sala, dentre outras infinidades de atividades, são ótimos exemplos de tais mudanças.

Pela sua praticidade, a corrida de rua e a caminhada, tem sido cada vez mais ótimas opções de escolhas das pessoas que buscam por essas mudanças. A corrida tem se tornado muito útil, pois além dos inúmeros benefícios que traz aos seus praticantes, é um exercício físico onde é possível compartilhar com colegas e familiares, que podem assim nos dar aquele empurrãozinho extra.

Acredito que o ponto mais importante para essa mudança de vida, é encontrar algo que lhe dê prazer em fazer, que seja algo que lhe traga minutos de esforços físicos, associados a minutos de autossatisfação.


Thiago Lima

____________________________________________________________________________
1 - Rua Direita. Disponível em: <http://www.ruadireita.com/saude/info/vida-sedentaria-sua-saude-em-perigo/>. Acessado em 03 de março de 2016.
2 - Época, Sedentarismo atinge 45,9% dos brasileiros, diz pesquisa. Disponível em: <http://epoca.globo.com/vida/noticia/2015/06/sedentarismo-atinge-459-dos-brasileiros-diz-pesquisa.html>. Acessado em 02 de março de 2016.

Referências:

Época, Sedentarismo atinge 45,9% dos brasileiros, diz pesquisa. Disponível em: <http://epoca.globo.com/vida/noticia/2015/06/sedentarismo-atinge-459-dos-brasileiros-diz-pesquisa.html>. Acessado em 02 de março de 2016.
Saútil, Sedentarismo. Disponível em: <http://www.sautil.com.br/fatores-de-risco-e-prevencao/sedentarismo/conteudo/sedentarismo>. Acessado em 02 de março de 2016.
Fisiocorpus, Deixe o sedentarismo de lado e beneficíe-se da atividade física. Disponível em: <http://www.fisiocorpus.com/dicas/deixe-o-sedentarismo-de-lado-e-beneficie-se-da-atividade-fisica>. Acessado em 02 de março de 2016.

Nenhum comentário:

Postar um comentário